0

Todos sabem que gosto de muita coisa feita pela Hanna-Barbera, mas Jabberjaw não entra nessa categoria. odiava o estilo do desenho animado, a cópia que era de outros desenhos animados e o humor e diálogos fracos que povoavam cada episódio. Mesmo em revista de BD não gostava das aventuras deste tubarão e dos seus amigos, mas fez parte da nossa infância e há de certeza quem tenha gostado disto.

A série foi criada em 1976, sendo os seus criadores dois artistas que mais tarde teriam um estúdio só deles também, Joe Ruby e Ken Spears. Um tubarão grande que era baterista numa banda de humanos era um conceito muito estranho, mas o pior era que aquilo nem conseguia aproveitar o surreal da situação e estragavam todo o pouco humor que aquilo tinha com o exagero das gargalhadas enlatadas, tão típico da HB a dada altura.

Jabberjaw aproveitava a febre dos Tubarões que estava em alta nos anos 70 (por culpa do filme Jaws), mas depois no conceito bebia de várias produções da Hanna-Barbera como Scooby-Doo ou Josie and the Pussycats e o elenco parecia cópia chapada de outros desenhos animados da produtora. Como noutras produções era um grupo de adolescentes que resolvia mistérios e enfrentava inimigos, só que numa civilização sub aquática em 2076.

Odiava a gargalhada do Tubarão e o exagero das gargalhadas enlatadas, para mim é uma das piores coisas do estúdio e não admira ter tido apenas uma temporada de 12 episódios, que a RTP transmitiu em 1982 (e usou também como tapa buracos ao longo da década) na sua versão original com legendas em Português.








Enviar um comentário Blogger