0

Nunca fui muito fã de pintar com lápis de cor, sempre preferi as canetas de feltro, mas havia trabalhos ou desenhos que pediam o cuidado que só o lápis podia dar, e no meu tempo de escola os Lápis da Viarco ainda eram os preferidos por muitos de nós.

Situada em São João da Madeira, Portugal, a fábrica da Viarco foi uma das maiores produtoras de Lápis de Cor que todos usávamos nas escolas primárias durante a década de 60,70 e 80. As caixas eram bem bonitas, com ilustrações diversas que iam desde simples meninos na brincadeira a animais bonitos e fofos ou até algo com um forte cunho Nacionalista.

As caixas que nos entregavam continham 6 lápis, que tínhamos que usar para colorir algo num livro, ou pintar um desenho que já tínhamos efectuado a lápis. Uma empresa Portuguesa de referência, única no País e que apesar das dificuldades que já passou continua a existir nos dias de hoje, com uma forte presença em eventos relacionados com as artes plásticas o que ajuda a que a empresa tenha um bom nome quer no nosso País quer um pouco por todo o mundo.

Não gostava da cor "esbatida" com que as coisas ficavam com lápis de cor, e o meu pouco jeito dava um ar ainda mais deslavado à coisa, o que não ajudava a que gostasse de usar este material. Ainda para mais, forçava-me a prestar atenção e a ter que usar o afia sempre que necessário, para aquilo estar bem afiado e pronto a usar.





Enviar um comentário Blogger