0

Muito gostávamos de usar papel e lápis na nossa infância, e adorávamos tudo o que despertasse a nossa imaginação e os Kalkitos preenchiam na perfeição esses dois requisitos. Podíamos recriar uma batalha épica ou apenas um acampamento de escuteiros, tudo era possível nas revistas Kalkitos, ou então colocávamos em cadernos ou no nosso quarto, ficava à nossa escolha.

Os Kalkitos foram um sucesso tanto no Brasil como em Portugal, eram editadas umas revistas próprias para colocarmos estes decalques divertidos, ou então podíamos comprar os pacotes vários que se vendiam um pouco por todas as bancas e papelarias do País. No Brasil já tinha havido coisas do género, mas foi quando a Gilette apostou neste mercado que a coisa arrebentou no final dos anos 70 e começo da década de 80.

Em Portugal foi também a Gilette a lançar as revistas onde podíamos decalcar e nos divertir, vinham no tamanho normal ou um gigante (normalmente com grandes paisagens) e podiam ir desde uma BD do Astérix ou Dom Pixote a uma batalha da Segunda Guerra Mundial ou um cenário em pleno espaço sideral.


Vinha com uma folha transparente, tipo papel vegetal, com as personagens e/ou objectos a serem decalcados, e para esse efeito tínhamos que usar algo pontiagudo, normalmente um lápis que se usava para provocar fricção na parte de trás da folha e assim darmos vida à paisagem e decidirmos como o cenário devia ficar.

Podíamos até adulterar por completo as coisas, colocar personagens de banda desenhada num cenário de guerra "real", ou colocar bombardeiros numa floresta paradisíaca. Kalkitos possuía diversos cenários, com os seguintes títulos: Gladiadores na Arena, O Porto, A Lâmpada de Aladim, Os Bombeiros, Alice no País das Maravilhas, Robin Hood, A Batalha da Inglaterra, Beduínos, Futebol, Motocross, Submarino Atômico, Os Animais do Polo, A Batalha na Floresta, Expedição Alpina, Ataque ao Castelo, Máscaras Italianas, A Cidade do Futuro, Asterix, Dom Pixote, Zé Colmeia, Os Kamikazes, O Cavalo Selvagem do Oeste, Esqui, Búfalo Bill, Batalha Espacial, Balé, Genghis Khan, A Tenda Vermelha, Popeye na Ilha, Pinóquio, David Crockett, Desfile de Modas, Exploração da Galáxia, entre outros.

Também houve o "Transfer" da Editora Abril, mas não teve o sucesso nem o carisma dos Kalkitos, que até ao final da década de 80 foram os líderes na preferência da criançada. Depois foram desaparecendo do mercado em ambos os Países, e hoje vivem apenas na memória de todos nós que nos divertimos a criar cenários fantásticos com a ajuda de pequenos decalques.









Enviar um comentário Blogger