0

Ah o tempo do politicamente incorrecto, onde era possível colocar uma criança a fingir que fuma num pacote de cigarrinhos de chocolate, enquanto que agora só se pode ver crianças a fumar mesmo o cigarro de nicotina e esta guloseima foi lançada ao esquecimento.

Nos anos 70 ainda era considerado chique fumar, dava um certo glamour e era ver os homens um pouco por todo o Mundo (Portugal e Brasil não foram excepção) a fumar em cadeia. Então ninguém levou a mal quando alguém se lembrou de colocar no mercado uns cigarrinhos de chocolate de leite, para qualquer criança poder imitar o seu pai (e quem não gostava de fazer isso?) mas em vez de colocar um cigarro na boca, podia então "deliciar-se" (entre aspas porque o chocolate era mau, não era nada de especial mesmo) com este pedaço de chocolate enrolado e fingir que fumava.

No Inverno lembro-me de tudo fingir que soprava o fumo deste "tabaco", usando a condensação do hálito que o ar frio permitia e ainda fazia-nos ter mais pinta com esse look. Era comum ficar-mos com este cigarro na boca quase até o chocolate derreter, só para o estilo e só depois é que comíamos. A marca PAN foi uma das mais populares, com as suas embalagens com um menino negro e outro branco a darem um ar de fumantes e a entusiasmarem-nos a parecer algo que só nos poderia fazer mal.

Curiosamente nem todos os que andavam com isto viravam fumadores, provando por isso que o politicamente incorrecto dos anos 70 e 80 não era assim tão descabido, dependia um pouco da educação e do bom senso incutido em nós pelos nossos progenitores.







Enviar um comentário Blogger