4

Fui grande fã dos Roxette, adorava as músicas da banda desde as baladas às mais aceleradas e lembro-me de serem uma presença constante nas k7's que gravava para trazer no Walkman.

Per Gessle (Vozes e Guitarra) uniu-se a Marie Frederiksson (Vocalista), e em 1986 formaram o duo Roxette, que obteve bastante sucesso no final dos anos 80 e começo da década de 90. O sucesso internacional da banda deve-se a um single do seu segundo álbum, "Look Sharp!", que um estudante Norte-Americano trouxe da Suécia e deu a uma Rádio local nos Estados Unidos para transmitir. Devido ao sucesso e aceitação da música "The Look" por parte do público, outras rádios começaram a transmitir a música e os outros singles do álbum, "Dressed for Sucess" e "Listen to your heart" levando os representantes da EMI a mudarem de ideias (inicialmente não queriam editar a banda nos EUA) e a lançarem o cd nos Estados Unidos da América.


Começaram a ficar conhecidos um pouco pelo mundo inteiro, Portugal e Brasil não foram excepções, e a fama ainda cresceu mais quando uma música antiga deles, a "It must have been Love" entrou para a banda sonora do filme Pretty Woman e tornou-se no single mais vendido da banda.

Depois de uma digressão mundial de sucesso, o duo lança o seu terceiro CD (Joyride) que teve uma grande aceitação por parte dos críticos e sucesso a nível comercial, com o single que dava nome ao álbum a ser número 1 em diversos Países incluindo nos EUA. Desse álbum veio também uma das minhas músicas preferidas da banda, a Fading like a flower (every time you leave), tornando-se uma das músicas mais tocadas em 1991.



Era uma das bandas mais tocadas na Rádio Cidade, e no Liceu o pessoal começava a trocar k7's com músicas da banda com alguma regularidade e isso tornou-se ainda mais forte quando a TVI começava a utilizar as músicas deles para publicitar a série Baywatch. O duo continuou a editar discos, e no seu quarto álbum veio o sucesso "How do you do" mostrando que em 1992 e 1993 o grupo continuava a editar singles de sucesso e de bom som.

Em 1994 eles mudam o pouco o seu estilo e entram numa onda mais rock com o seu álbum "Crash! Boom! Bang!", onde o single "Sleeping in my Car" teve bastante sucesso, mas o resto do disco não teve a mesma aceitação por parte do público. Comigo aconteceu o mesmo e deixei de me interessar tanto pela banda que também sumiu um bocado do mapa só voltando no final da década de 90 mas já sem atingir o mesmo sucesso de então e com discos que passaram um bocado abaixo do radar.


Acho que a força deste duo estava na conjugação das duas vozes, que se complementavam muito bem, nas suas músicas pop friendly que tanto podiam nos emocionar com as suas baladas como nos animar e fazer "abanar o capacete" com a sua pujança. Adorava o começo da música "The Look" e o anúncio da TVI às Marés Vivas com essa música tornou-se num dos meus anúncios favoritos de sempre.

Tive várias k7's com músicas gravadas da rádio, e comprei o cd Greatest Hits deles para poder ter mesmo um cd da banda que tanto gostava e ouvia.






Enviar um comentário Blogger