3

A RTP esmerava-se nas suas dobragens em todos os seus desenhos animados nas décadas de 70 e 80, e As Fábulas da Floresta Verde eram mais um brilhante exemplo de como uma boa dobragem podia ajudar ao sucesso do programa.

Era mais um produto vindo de estúdios Japoneses de animação, produzidos entre 1972 e 1973 e que eram baseados nuns livros do escritor Norte-Americano, Thorton W,Burgess, que tinham sido  editados entre 1910 e 1930. Foram apenas 52 episódios mas que marcaram toda uma geração, sendo transmitidos pela RTP pela primeira vez em 1985, mas (como em outros casos) foram repetidas por diversas vezes ao longo dessa década e chegando inclusive a ser transmitido pela RTP2 em 1994.

No Brasil foi transmitido também na segunda metade da década de 80, no canal SBT (após o programa do Bozo) e também na TV Record.

As Fábulas da Floresta Verde mostravam as aventuras de um grupo de animais de ar fofinho que viviam numa floresta, todos tentavam fugir do Raposinho (João Perry) que os queria sempre caçar e era por isso o maior inimigo do grupo. O grupo era bastante animado e tinha entre outros as Marmotas Joca (Luisa Salgueiro) e Marta (Isabel Ribas), o Coelho Pompom (Irene Cruz), o Rato Rodolfo (José Gomes), o Esquilo Quico (José Gomes) ou o Pássaro Avelar (António Feio).


Tinha mais um genérico que ficava no ouvido, com uma música animada e uma letra que facilmente ficava na nossa memória e ainda hoje por cá anda.


É bom ver na floresta o sol nascer,
é bom imaginar o que irá acontecer,
são tantas amizades,
são histórias de amizades,
que vão nossos amigos animais viver.

São mil aventuras entre os animais,
fabulosas fábulas de encantar!
São mil aventuras tão sensacionais,
fabulosas fábulas que nos fazem sonhar,
que nos fazem sonhar,
que nos fazem sonhar.




Enviar um comentário Blogger